FAQS

 
1A Nova Expressão concebe campanhas de publicidade?
Não, a Nova Expressão é uma agência de meios, quer dizer que se concentra apenas na criação de um plano de meios que garanta a maior eficácia ao investimento dos clientes. Não somos uma agência criativa, não produzimos nem concebemos publicidade, colocamo-la por forma a obter o máximo retorno de contactos face ao investimento.
2Não é melhor concentrar tudo numa só entidade?
Pensamos que não. Aliás os grandes anunciantes separam a concepção criativa e produção da publicidade da sua colocação. De facto nos últimos anos tem-se assistido a uma especialização na área da planificação. A Nova Expressão foi criada em Março de 1994 e especializou-se nesta área desde o início. Temos uma área de research experiente e trabalhamos com as mais recentes ferramentas informáticas e com as mais conceituadas empresas de estudos e medição de audiência para garantir que a planificação seja optimizada. Na realidade a nossa função é proporcionar a maior rentabilidade ao investimento do cliente, garantindo que em cada caso são escolhidos os meios mais adequados e as colocações mais rentáveis.
3Não ganho em fazer a colocação directamente nos meios?
Quase de certeza está a desperdiçar parte do seu investimento se fizer a colocação directa de campanhas com alguma dimensão. Consulte-nos e saberá rapidamente se pelo dinheiro que está a investir não seria possível obter melhores resultados. Porque é que hei-de consultar a Nova Expressão? Três razões: em primeiro lugar devotamos todo o nosso esforço em fornecer o melhor serviço possível ao cliente, tentamos compreender os seus recursos e objectivos e trabalhamos de forma muito próxima com ele, fazendo quando necessário a ponte com a agência criativa; em segundo lugar procuramos constantemente fortalecer a nossa relação com os meios, precisamente para obter as melhores soluções para os nossos clientes – temos uma postura de parceria e colaboração e mantemo-nos permanentemente a par das novas possibilidades comerciais que transmitimos, de forma selectiva, aos nossos clientes para que eles decidam se as querem aproveitar; finalmente somos uma agência de meios de capitais integralmente nacionais, independente de grupos de media ou de agências de publicidade, estamos particularmente bem posicionados para compreender os problemas das empresas portuguesas, aptos a aconselhá-las e apoiá-las.
4A Nova Expressão tem dimensão para conseguir boas negociações?
Através da Central de Compras Powermedia, de que é accionista, a Nova Expressão garante um posicionamento competitivo em todos os meios e suportes. A Powermedia é uma das maiores operações desta área em Portugal e tem uma facturação anual superior a 90 milhões de euros. As nossas condições negociais são sempre competitivas.
5A Nova Expressão tem know-how para implementar campanhas de publicidade na internet e em meios digitais?
Atenta à evolução do mercado a Nova Expressão foi a primeira agência de meios independente, de capitais portugueses, a criar uma unidade digital, composta por especialistas que asseguram as melhores estratégias e condições. Trabalhamos em todas as áreas, desde publicidade em sites a campanhas em redes sociais, passando evidentemente pelo acompanhamento e monitorização de publicidade em motores de busca, como o Google. A nossa equipa tem formação específica nesta área e mantém-se permanentemente actualizada.
6Quero começar a exportar. A Nova Expressão, sendo portuguesa, pode ajudar-me a fazer uma campanha de publicidade no estrangeiro?
A Nova Expressão é membro fundador da Local Planet, uma network que agrupa 40 agências, cerca de 3.000 colaboradores e mais de 10 mil milhões de dólares de faturação global. Com esta Network temos trabalhado mercados exigentes em campanhas de Turismo e temos estabelecido estratégias eficazes e competitivas. Se quiser saber mais sobre a capacidade internacional da Nova Expressão visite www.localplanetmedia.com.
7Toda a gente fala em Compra Programática... mas o que é afinal?
É um processo automatizado (em tempo real) para compra de espaço publicitário digital. As campanhas desenvolvidas com recurso a esta estratégia garantem uma elevada capacidade de segmentação e consequente afinidade com o target selecionado e podem ser colocadas em media nacionais ou internacionais.
8O que é um DSP?
As DSP (Demand Side Platforms) permitem aos Anunciantes e Agências aceder e comprar de forma mais eficiente tráfego disponível de múltiplos AdExchange. As mais famosas DSP são MediaMath, Doubleclick, DataXu e AppNexus.
9O que são AdExchanges?
Plataformas/mercados abertos onde Publishers e Anunciantes vendem e compram espaço de publicidade disponível. Além do Google AdEx alguns Exchanges mais populares são: Facebook, Right Media, AdECN (Microsoft), AdBrite e OpenX.
10E o que é um SSP?
As SSP (Supply Side Platforms) são o interface tecnológico que permite aos Publishers ligarem-se aos AdExchanges e disponibilizar o seu inventário para compra programática. Os publishers esperam aumentar o seu CPM em vez de vender indiscriminadamente. Alguns exemplos podem ser AdMeld, Rubicon e PubMatic.
11E um DMP, o que é?
DMP (Data Management Platforms), são plataformas que recolhem, integram, organizam e alojam grandes volumes de data comportamental dos utilizadores em múltiplos dispositivos, canais digitais, formatos, etc. Esta informação fica disponível em segmentos de público-alvo para um direcionamento específico de campanhas digitais.